Enquanto isso.. Algumas CENAS que não fazem o menor sentido (e que TALVEZ você não tenha reparado)

Batman Joker

Cavaleiro das Trevas, Demolidor, Superman, Hulk, X-Men… Pois é, os filmes de todos esses heróis têm cenas que não têm a menor lógica

Por Fábio Ochôa

Cinema é uma arte sensorial por natureza, o emocional quase sempre se sobrepõe ao racional. Estamos tão embalados pelo fluxo da narrativa que só paramos para pensar melhor sobre o que acabamos de ver depois que o filme acaba. E, às vezes, é nesse momento que você para e constata: “Ei, mas aquela cena não faz o MENOR sentido”.

Vamos a algumas das minhas cenas sem sentido favoritas então:

Batman: O Cavaleiro das Trevas

Que o filme de Chris Nolan é o Cidadão Kane dos quadrinhos, ninguém discute, mas tem uma cena em particular que acho muito engraçada: o momento do interrogatório do Coringa.

Caso você não se lembre, aí vai: Coringa está preso na delegaca, com as luzes apagadas. Gordon acende a luz e… ráááá, sal-si-fu-fu! Batman estava atrás do vilão o tempo todo. Ok, muito bem. Mas você já parou para imaginar no que aconteceu antes? Era uma sala lacrada, em uma delegacia recheada de policiais. De onde raios o Batman saiu?

Estavam Batman e Gordon no bebedouro, quando Batman teve a ideia de entrar na sala, ficar agachadinho no canto, até a hora que Gordon acender a luz.

– Mas, por que, Batman? Já temos os procedimentos e a equipe pronta para isso.

– ShashesheshehhoshooshashoooI’MBATMAN* ( traduzindo do Christianbalês: “Gordon, vamos fazer, eu sou a noite.”).

– Mas, Batman, isso não faz o menor sentido.

– ShashesheshehhoshooshashoooI’MBATMAN* (“Mas, Gordon, vai ser LEGAL!”).

– Ah, quer saber, dane-se, vamos fazer.

Gordon abre a porta, Batman entra, se acroca no cantinho e fica lá, esperando Gordon acender a luz. Afinal, nada mais maduro para fazer enquanto sua cidade pega fogo. Eu pagaria para ver uma cena alternativa, onde Gordon pergunta se o Coringa tem algo para contar e ele topa, conta tudo. Batman fica no cantinho até todo mundo ir embora da delegacia, sem nenhuma testemunha de como sua pegadinha falhou. Afinal, ele é a noite, ele é ShashesheshehhoshooshashoooBATMAN.

Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurgethe_dark_knight_rises_a_fire_will_rise

 Eu acho a terceira parte da trilogia de Nolan um filme cheio de problemas, mas inegavelmente bem longe desse abacaxi que todo mundo pinta. No entanto, tem um momento que eu acho particularmente ótimo, que é quando Bats volta à cidade, após peregrinar depois da saída de um buraco localizado lá no cu do mundo. Gotham está um caos, bomba prestes a explodir, Bane saracoteando, pessoal na rua dizendo que não vai ter Copa, uma zona do cacete. Mas, mesmo assim, Bruce Wayne ainda arranja tempo para roubar litros e litros de gasolina, fazer rapel, escalar a ponte de Gotham, medir tudo a olho porque ele é foda, porque ele é o Batman, tudo isso para pintar um morcego de uns 12 metros que pega fogo. Que legal cara.

Já imaginou que fantástico seria se, após ele tacar fogo em tudo, olhasse e exclamasse:

– ShashesheshehhoshooshashoooI’MBATMAN!* (tradução do christianbalês: “Pouta merda, desenhei a asa esquerda menor que a direita!”)

Demolidor

Vamos chutar cachorro morto?

Ok, eu sei que o que esse filme mais tem são momentos idiotas, até pensei em eleger a cena na qual o Matt Murdock – na vesga atuação de Ben Affleck – decide matar o cidadão no metrô e, após isso, sai à cata de alguma loja de ferragens aberta e que não se importe em vender galões de gasolina para gente vestida como quem acabou de sair de uma orgia sadomasô. Tudo isso para fazer sua logomarca no chão da estação (porquê, eu não sei, mas tudo bem). Ele é ninja, ele foi treinado pelo velho dos pauzinhos, ele SABE que uma hora alguém vai jogar um cigarro ali.

downloadMas, não, o meu momento preferido desse longa inesquecível é quando Ben Urich está deletando com a tecla errada o longo texto que escreveu, sai do Clarim-que-não-é-Clarim-porque-a-Fox-não-tem-os-direitos e lá está Matt Murdock, paradinho na beirada de um prédio, com sua roupa de couro fazendo pose para ele.

De novo, por quê?

Eu não sei! NADA nessa porra desse filme faz o menor sentido.

O mais legal é imaginar o que houve antes da cena. Enquanto lojas são saqueadas, pessoas são assaltadas etc, Matt está lá na beirada: “Ben deve estar saindo agora, agorinha”. Vai para a beirada do prédio. Ben ainda está trabalhando. A duas quadras, novos assaltos estão acontecendo. Matt suspira e vai fumar um cigarro para matar um tempinho. Uma hora o nosso Ben (que não é Santana) VAI TER que sair.

Esse, sim, é um herói que sabe priorizar seu tempo.

O Incrível Hulk2008_11_18_abomination

Acho que meu momento idiota predileto do filme é quando Tim Roth resolve injetar em si mesmo a fórmula para virar o Abominável e sai por aí, muito puto da vida, a chutar carros e virar postes, porque ele SABE que isso vai atrair o Hulk. Porque vai atrair o Hulk? Eu não sei, mas deve ter alguma lógica aí, porque o Hulk realmente aparece, nem que seja para o filme acabar de uma vez e poupar os pobres espectadores de mais furos no roteiro.

Eu daria um dedo para ver uma versão alternativa onde Hulk não aparece. Abominável se entedia, pega uma cerveja e resolve voltar para sua casa coçando seu saco inexistente para ir ver a novela das sete.

O Quarteto Fantástico e o Surfista Prateadomifune

Melhor momento do filme: Doutor Destino rouba o poder cósmico do Surfista Prateado, poder cósmico, maluco! Galactus vindo aí destruir tudo e o que Destino faz? Qual é seu grande plano?

Subir na prancha, ficar voando por aí e… Bem, é isso. Taí um cara que sabe aproveitar cada momento da vida. E, ainda assim, ele consegue ter mais dignidade que o Doutor Destino mendigo do novo filme.

Matrix Revolutions

Estou até hoje tentando entender quem foi o técnico da Telefunken que projetou armaduras gigantes que deixam todo o corpo exposto.

Superman 2

Superman 2Ok, esqueça um pouco aquela trombose do bom-senso chamada Homem de Aço e vamos focar no Superman clássico, Christopher Reeve, o Superman arte, o Superman moleque, o Superman de raiz.

Para mim, nada supera a cena final de Superman 2 na qual, após tirar os poderes dos kryptonianos (e trollar eles, fingindo que estava fracote… Superman, seu sacana), Sups (com a providencial ajuda de Lois Lane) joga todos os krytonianos em um buraco, de onde sai uma fumacinha de gelo seco e aí… Bem, sei lá, é isso.

O que tinha naquele buraco? Jamais saberemos. Pode ser um túnel gigantesco e os três se quebraram lá embaixo, pode ser um buraquinho de uns 30 cm e eles só ralaram o joelho na queda (todos sabem como são estranhos os caminhos da justiça kryptoniana), pode ser a fossa do esgoto da Fortaleza da Solidão e os três estão lá, levando supercocô na cabeça até hoje, pode ser um wormhole que jogou eles direto na Zona Fantasma, também conhecida como Setor de Planejamento da Fox. Pode ser milhares de coisas, provavelmente nenhuma boa.

E todas elas bem piores que um simples pescoço quebrado.

Interestelar

Eu adoro o filme, mas acho muito engraçada a cena em que Matthew McConaughey recém-encontrou o tal projeto secreto e estão todos em uma biblioteca, ele querendo saber o que está acontecendo ali e Michael Caine no melhor estilo Porta da Esperança abre a parede secreta e tem lá uma puta estação espacial secreta, que deve ter colocado fogo em tudo, aliás, quando decolou.

Jurei que ia sair o Sílvio Santos daquela porta cantando “Sílvio Santos vem aí, tra-lá-la-lá”.

Resident Evil 2

A minha sequência predileta desse filme absolutamente cocôzento é a cena onde está todo mundo acuado em uma igreja e… paááá, salta Milla Jovovotcha de moto, pelo vitral, caindo bem no meio da zumbizada.

Nada mais comum do que você estar andando de moto por aí, olhar para uma igreja e pensar “ei, sabe que eu acho que seria incrivelmente foda dar uma pirueta e atravessar de moto por ali?”

X-Men: Primeira Classecharles-xavier-meets-mystique-in-fresh-clip-for-x-men-first-class

Acho que meu momento preferido do filme é quando Xavierzinho encontra a pequena Mística, afinal, é normal encontrar pequenas meninas azuis na cozinha da sua casa – comigo acontece sempre – e adota ela como irmã. A reação dos pais dele, dos vizinhos, parentes, jamais saberemos, o filme não mostra. Ou os roteiristas se esqueceram que uma criança não vive sozinha em uma casa.

Vai ver, ele usou seus poderes mentais em todos eles.

X-Men: Dias de um Futuro Esquecido

Até hoje me pergunto no que Magneto tinha na cabeça quando disse que precisava estar junto na missão. Cara, olhando x-men-days-of-future-past-magneto-featurecom um pouquinho de atenção você repara que ele só fez merda o filme inteiro.

(Recapitulando: tentar matar os guardas da prisão? Check! Ativar os Sentinelas sob seu comando? Check! Tentar matar Mística? Check! Quase matar Wolverine, coisa que, apesar da torcida da Marvel Studios, não aconteceu? Check!)

Eu realmente não sei o que Sir Ian McKellen tinha na cabeça quando achou que chamar seu eu mais jovem era uma boa ideia para a missão.

Post scriptum (já prevendo a enxurrada): é provável que você goste de muitos dos filmes que eu citei aqui. Acredite, eu também. Alguns deles, inclusive, considero realmente grandes obras, mas, claro, não que isso vá me impedir de achar graça em certos momentos e realmente não creio que esses mesmos momentos diminuam a genialidade deles. Até porque nenhuma obra é 100% boa ou 100% má, com exceção, claro do conjunto da obra de Rob Liefeld, que poderia ser utilizado como tortura psicológica em Guantânamo.

OchôaFábio Ochôa trabalha como redator publicitário. Conquistou prêmios, foi citado na TV, foi diretor de criação, já saiu na Zupi, fez campanhas políticas e, mesmo assim, ainda consegue gostar das pessoas e achar este mundo um lugar legal. É um exemplo, esse rapaz. Trabalha também como ilustrador freelance e roteirista eventual. Para saber mais acesse:  www.behance.net/fabioochoa

Clique no ícone abaixo e curta O PASTEL NERD no FACEBOOK para não perder nossas atualizações:

Facebook

Leia também:

ENQUANTO ISSO… Fui um Nerd nos anos 1980

ENQUANTO ISSO… 5 Documentários Melhores que a Ficção

Anúncios

8 comentários sobre “Enquanto isso.. Algumas CENAS que não fazem o menor sentido (e que TALVEZ você não tenha reparado)

  1. eu particularmente AMAVA o Superman – o filme,mas numa revisão maldita meus olhos se abriram para todas as falhas,sejam no ritmo,no roteiro,na atuação,na fotografia,enfim,caiu do pedestal onde eu havia posto e hoje rasteja na vala comum dos filmes apenas nhé! junto com Demolidor,DKN ressurge (os do Quarteto estão no nível inferior,subsolo,inferno ardente da infantilização mesmo!)

    Curtir

  2. De todas as cenas citadas, o que achei mais bizarro mesmo foi como a Mística foi “adotada”. Quando assisti isso pensei a mesma coisa “Ué? Cadê a família do Xavier? Aceitaram na boa essa menina desconhecida que apareceu do nada? É uma menina, e não um gato, oras!”

    Curtir

  3. Acho que o destino dos kryptonianos de Superman 2 foi mostrado no videogame “DC Universe Online”: eles ficaram presos na Zona Fantasma, podendo ser encontrados pela Fortaleza da Solidão.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s